Tema do Mês: BLOCKCHAIN

 

O QUE VOCÊ PRECISA HOJE?


Criar soluções valorosas e lançar negócios replicáveis a partir de operações orgânicas em mercados dinâmicos pode ser mais simples que você imagina.


SAIBA MAIS

DIFERENTES OLHARES VALORATIVOS
PARA A SUA EMPRESA COMEÇAR E CRESCER SAUDÁVEL

GERAR VALOR PERCEBIDO

Hoje, ideias de resolução precisam antes ser validadas como oportunidades de geração de valor percebido para que tenham chances de sobreviver e crescer no mercado. Alguém precisa considerar sua solução como valiosa (intensa) e valorosa (persistente) para que sua empresa mereça existir.

Esta condicionante obriga você a monitorar continuadamente o grau de alinhamento mantido com os apreciadores de sua proposta de valor. Assim, tudo o que lhe aproxime de sua comunidade de consumo é um acerto e qualquer coisa que o afaste deles pode ser considerado um erro.

Nas dinâmicas de criação, desenvolvimento ou recuperação de negócios, buscamos ajudar você na prevenção ou correção desses possíveis erros, sejam eles "de origem" (concepção), "de gestão" (movimentos) ou "estratégicos" (objetivos), pois eles certamente afastam o seu negócio do público que gostaria de atender. Para dar respostas a essas demandas de concepção, valoração e crescimento de negócios, a CARDINALLIS desenvolveu suas três linhas de serviços abaixo:


EVITANDO E CORRIGINDO ERROS DE ORIGEM, CONDUÇÃO OU DE ESTRATÉGIA

Para que um empreendimento obtenha sucesso, o sonho e a energia do empreendedor são os componentes fundamentais. Não há negócio que exista hoje sem que essas duas condições tenham sido atendidas desde o início.

Mas, infelizmente, temos conhecimento somente dos casos de sucesso. O fracasso é tímido. Mais de 80% dos negócios fecham as suas portas antes de cinco anos de operações (fonte: SEBRAE) e somente 5% de todos aqueles que iniciaram suas atividades ainda continuam em funcionamento.

O que ocorre com esses empreendedores? Desistiram do sonho? Cansaram? De fato, três tipos de ocorrências dissonantes cercam os negócios: inicialmente, aqueles que chamamos de ERROS DE ORIGEM (calibragem equivocada em "qualidade", "preço", "ambiência", "acessibilidade" e "conexão"), a seguir os ERROS DE CONDUÇÃO (possíveis em 24 grupos de atividades de 12 áreas críticas) e, por último, os ERROS ESTRATÉGICOS (desalinhamento entre os objetivos de 6 perspectivas: "geração de valor", "interações", "processos", "inovação", "crises" e "geração de riqueza").

Para ajudar a minimizar essas incertezas sobre uma iniciativa empresarial, trabalhamos sobre as chamadas variáveis controláveis, validando, realinhando, significando, traduzindo, formatando, energizando e realizando as soluções possíveis para obter o sucesso desejado. Isso para nós é fazer BIZZLING!


FUNDAMENTOS DA GERAÇÃO DE VALOR PERCEBIDO

DEMANDAS LATENTES

O maior desafio das organizações atuais é criar soluções baseadas em compostos de valor desenvolvidos para necessidades e desejos latentes. “Latência por soluções será uma constante nas sociedades impactadas em maior ou menor grau pela sociocultura do conhecimento, gerando oceanos azuis de possibilidades” (W Chan Kim, 2005), ou seja, espaços para a oferta de produtos inovadores sem disputas em ambientes concorrenciais pré-existentes..


DINÂMICAS SOCIOCULTURAIS

As dinâmicas socioculturais representam os movimentos que as pessoas realizam em suas rotinas existenciais. Eles podem ser classificados em: de intimidade, de manutenção, de produção ou de interações sociais. Modelos de negócio se desenvolvem, consciente ou inconscientemente, em razão de um ou mais desses movimentos. Compreendê-los é um passo a mais na redução de incertezas sobre o sucesso de um empreendimento.


PERCEPÇÃO ATIVA

Perceber ações e seus contextos se torna consideravelmente mais fácil quando, junto com a nossa capacidade analítica verbal, ficamos atentos para visualizar as ocorrências do cotidiano e suas causas, para as quais nossos cérebros automaticamente desenvolvem propostas de correção. É preciso olhar o problema atentamente, analisando-o com a necessária profundidade. No mundo atual, fazer sentido entre a multitude de dados, imagens e sons tornou-se atividade relevante para quem tem o objetivo de estabelecer conexão entre causa e efeito, volume e duração, genérico ou detalhado, abstrato ou concreto, entre outras dicotomias.


VALOR PERCEBIDO

As ideias de geração de valor (soluções, operações e mercados) precisam ser percebidas como valiosas-valorosas. As melhores oportunidades para investir e realizar negócios sustentáveis e de sucesso são aquelas que satisfazem consumidores por mais tempo, que são intensas (valiosas) e persistentes (valorosas). Importa o tanto que a solução (e a proposta como um todo) envolve os consumidores, cumprindo a promessa de resolver o problema fatual, além de garantir o estado emocional que eles desejam atingir por meio dos resultados práticos alcançados.

Empreender é, antes de tudo, um estado de espírito que define como agimos em nossa vida, com nossos familiares e no ambiente produtivo. É decidir construir algo novo todos os dias, evitando a repetição improdutiva. Criar um negócio é somente uma das muitas decorrências dessa forma de enxergar a vida.

Marcos Nahuz

Marcos Nahuz ,maranhense de São Luís, está com 56 anos, linguista e professor pela UFMG, com MBA em Gestão Empresarial e em Gestão de Marketing com Docência de Ensino Superior pela FGV. Foi professor-tutor pelo FGV Online (RJ) em cursos de pós-graduação; tutor do FGV Online em Estratégia Empresarial. Acumula mais de 25 anos de experiências diversas em desenvolvimento de negócios e consultoria empresarial, atuando em gestão de processos, qualidade, gestão de pessoas, análise de sistemas, marketing e desenvolvimento de soluções empreendedoras.

Utiliza metodologias e ferramentas próprias na gestão da ação mercadológica de clientes, análise e otimização de processos, além de fornecer serviços de aconselhamento empresarial. Já prestou consultoria para mais de 300 empresas em São Luís, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza e Natal e São Paulo.

Contribui para o desenvolvimento das metodologias: SPECTRA (metaeducação); SYNCHRON (consonância do ser) e AGE – ensino integralizante para empreendedores, gestores e empresários na condução dos novos modelos de negócios direcionados para a geração de valor percebido e produção de riqueza no contexto local.

Hoje é evangelizador da Iniciativa MoVA-Se! – transformação de contextos urbanos por adoção de movimentos geradores de valor. Também é palestrante em Empreendedorismo, Estratégia e Marketing e lança em 2021 seus primeiros livros: “O MANAROLÊS: Uma Jornada em meio a Teorias e Práticas Realizando o Sonho de Empreender” (romance de gestão) e “BIZZLING: Práticas empreendedoras para criar soluções valorosas e lançar negócios replicáveis a partir de operações orgânicas em mercados dinâmicos" (texto de gestão empreendedora).

Entre outras empresas, fundou a Cardinallis em 2008 e atualmente é o seu Administrador e Diretor Executivo.

PÚBLICO CARDINALLIS

VOCÊ É UM VISIONÁRIO?

CARDINALLIS – HOMEPAGE 2016 – 002 (visionario_icone)

Propostas de solução são resposta a ruídos (dissonâncias, problemas) provocados pelo choque de tendências tecnológicas, econômicas, socioculturais e regulatórias. Elas são tentativas de solucionar entraves, atender necessidades ou satisfazer desejos de públicos demandantes. Sua percepção é feita por visionários, aqueles que enxergam com maior frequência e intensidade os desequilíbrios surgidos nas dinâmicas humanas (intimidade, manutenção, produção e socialização). Para eles, os combustíveis de uma empresa são o crescimento e os novos desafios.

SAIBA MAIS

VOCÊ É UM EMPREENDEDOR?

CARDINALLIS – HOMEPAGE 2016 – 002 (empreendedor_icone)

Todo empreendedor bem-sucedido apresenta características diferenciadas de aplicação de energia e determinação. Se for capaz de somar a isso pequenas, mas cruciais doses de conhecimento, planejamento, acompanhamento e adaptação, suas chances de sucesso no longo prazo se multiplicam em escala exponencial. Conhecer o tamanho do mercado, as preferências dos diferentes segmentos, as margens necessárias a uma operação financeiramente saudável, tudo isso contribui para o sucesso do comportamento empreendedor.

SAIBA MAIS

VOCÊ É UM ANALISTA?

CARDINALLIS – HOMEPAGE 2016 – 002 (analista_icone)

A informação sobre os contextos externo e interno à organização empodera seus líderes para a tomada de decisão, minimizando incertezas pelo acesso a perspectivas diferenciadas e poderosas, gerando vantagens competitivas no curto e longo prazos. O domínio de massas de dados (que se traduzem em excepcionalidades ou apontam tendências) permite ao analista enxergar caminhos de viabilidade e sucesso em meio à dinamicidade dos contextos mercadológicos atuais. Nos tempos de agora, sem informações, as empresas não conseguem saber para onde ir, nem como tocar suas operações.

SAIBA MAIS

VOCÊ É UM ESTRATEGISTA?

CARDINALLIS – HOMEPAGE 2016 – 002 (estrategista_icone)

A capacidade de interpretar cenários e acompanhar indicadores de desempenho alavanca as jovens organizações ao patamar dos profissionais. Assim, elas se tornam capazes de antecipar comportamentos e corrigir rumos antes dos seus concorrentes. Ser um estrategista é apreciar o acompanhamento de diferentes variáveis existentes nos contextos dinâmicos nos quais a organização atua e busca sucesso. É inferir o comportamento futuro a partir do histórico de ocorrências que aponta quem cresce, quem cai e onde estão os melhores caminhos para que seu negócio cresça sem grandes dificuldades.

SAIBA MAIS

VOCÊ É UM GESTOR?

CARDINALLIS – HOMEPAGE 2016 – 002 (gestor_icone)

Há uma percepção equivocada de que empreendedores sejam bons gestores. Infelizmente nem sempre é assim. Um gestor se empenha em acompanhar ações rotineiras, controlar a qualidade do resultado e o relacionamento com clientes mais que idealizar e planejar o que não existe. Seu movimento do dia a dia é organizado e sincrônico e o seu desafio é a pronta resolução dos entraves que surgem na rotina operacional da empresa. De fato, o resultado tão desejado por visionários e estrategistas é construído aos poucos, diariamente, nas operações repetidas da organização.

SAIBA MAIS
Negócios são conversas porque o trabalho que define os negócios é a conversa - literalmente. E 'trabalhadores do conhecimento' são simplesmente aquelas pessoas cujo trabalho consiste em ter conversas interessantes.

David Weinberger (filósofo norte-americano)

CLIENTES CARDINALLIS

VENHA COM A GENTE!

Você pode nos encontrar por aqui.